Blog

Inovação - Internacionalização - Aceleração

POR QUE AS ACELERADORAS SÃO IMPORTANTES PARA A MATURIDADE DO ECOSSISTEMA DE EMPREENDEDORISMO

Por: Robert Janssen

Acaba de sair o GEI – Global Entrepreneurship Index (http://thegedi.org/) e o Brasil continua em uma posição que não reflete seu potencial e capacidade: 99ª no ranking de 137 países. Apesar de uma colocação sofrível no ranking mundial, o lado positivo é que temos muito campo para investir na melhoria e no aperfeiçoamento das peças da engrenagem do ecossistema brasileiro.

Uma das peças chave dessa engrenagem são as aceleradoras. Um estudo que faz parte do mesmo contexto do GEI e do GERN (Global Entrepreneurship Research Network) revela que, em média, as startups que participaram de um programa de aceleração nos ecossistemas analisados aumentaram significativamente suas chances de garantir fundos de investimento pela primeira vez. Além disso, em ecossistemas emergentes, ou seja, na fase inicial de desenvolvimento, as chances de startups aceleradas obterem o primeiro financiamento são duas a três vezes maiores do que as startups não aceleradas.

Agora, o estudo também revela que, para serem bem-sucedidos, esses programas de aceleração devem fornecer mentoria experiente, conexão a redes significativas de expertise e financiamento e um modelo de treinamento prático de qualidade. Para tal, é vital ter acesso aos talentos, conhecimentos e mentores experientes necessários para seu sucesso. Além do papel dos aceleradoras como superconectores, não se deve ficar limitado ao seu ecossistema local. As aceleradoras também conectam ecossistemas entre si, permitindo que empresários em ecossistemas menos avançados acessem talentos, mentores e redes de financiamento não disponíveis no mercado interno.

Vale a leitura completa no Singularity Hub (http://bit.ly/acelera_singularity).

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *